Navio de carga afunda em porto iraniano

SLStar

O navio de carga geral SL STAR,  IMO 9432452, DWT 4.210, construído em 2007, bandeira Comoros, virou e afundou no porto de Rajaee, Bandar Abbas, no Irã, no Golfo Pérsico, na manhã de 19 de março de 2019, durante as operações de carga.

Segundo consta, as divergências entre os estivadores e a tripulação levaram a uma perda de estabilidade, ou a carga foi deslocada ou foi mal carregada. O navio tinha 153 contêineres a bordo, alguns deles já aparecem flutuando no mar. Apenas um marinheiro indiano a bordo do LS Star foi ferido no incidente.

Aparecido Rocha – insurance reviewer

Poder Judiciário reconhece que ausência de “carta protesto” não prejudica ressarcimento de seguro

Poder-Judiciário-Direito1

O importador ou consignatário, ao receber as mercadorias compradas no exterior deve conferi-las, e para resguardar seus direitos por eventuais faltas ou avarias precisa apresentar as reclamações contra o transportador, sob pena de decadência, conforme prevê o artigo 754 do Código Civil. No caso de perda parcial ou de avaria não perceptível à primeira vista, o destinatário conserva a sua ação contra o transportador, desde que denuncie o dano em dez dias a contar da entrega, conforme estabelece o parágrafo único do referido artigo. Continuar lendo